sábado, 8 de maio de 2010

O Anatomista Michelangelo Revelado no Teto da Capela Sistina

"Em nenhum lugar Deus se mostra mais a mim em sua graça do que em alguma bela forma humana; e só isso amo, pois nisso ele se espelha." Trecho de soneto de Michelangelo

A CRIAÇÃO DE ADÃO - O criador está dentro de um corte sagital do crânio. Podem ser observados a calota craniana com as três camadas - Osso compacto interno, externo e díploe (a), o lobo temporal (b), a hipófise (c) e o tronco cerebral (d).

A ligação de Michelangelo com a medicina foi reflexo da efervescência cultural e científica do Renascimento. Antes de fazer o esboço das figuras que iria esculpir, Michelangelo empreendia uma investigação minuciosa, analisando corpos e fazendo moldes em cera ou madeira das estruturas. As primeiras sessões de dissecação de que participou, ainda adolescente, aconteceram por iniciativa de Elia Del Medigo, médico-filósofo que frequentava o palácio de Lorenzo de Medici.

Segundo um artigo publicado em 1990 pelo médico norte-americano Frank Lynn Meshberger no Journal of the American Medical Association, há uma interpretação, baseada na neuroanatomia para A criação de Adão: o contorno que se inicia no quadril do anjo em frente ao criador e continua ao longo dos ombros de Deus corresponde ao sulcus cinguli (fenda que separa os lobos parietal e temporal). A encharpe verde pendente corresponde à artéria vertebral em seu curso ascendente, curvando-se em torno do processo articular e fazendo contato com a superfície inferior da ponte cerebral, representada pelas costas do anjo que se estende lateralmente abaixo da figura do criador. O quadril e a perna esquerda do anjo corresponde ao cordão espinal. a haste e a hipófise são representadas pela perna e pelo pé do anjo na base da figura.

Nesse mesmo trabalho, Meshberger chama a atenção, ainda, para um detalhe sutil "... os pés de Deus e de adão possuem cinco dedos; no entanto, o do anjo, que representa a haste e a hipófise, possui um pé bífido. A perna direita desse mesmo anjo está flexionada no quadril e no joelho. A coxa representa o nervo óptico; o joelho, o quiasma óptico transeccionado; e a perna, o aparelho óptico."

Meshberger concluía o estudo afirmando que a intenção de Michelangelo seria a de representar Deus fornecendo a Adão o intelecto.

LEIA MAIS:

Michelangelo: O Pecado Original e a Expulsão do Paraíso - Anatomia da Região Cervical

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

MESHBERGER, Frank Lynn. "An interpretation of Michelangelo's creation of Adam based on neuroanatomy, Journal of the American Medical Association, vol.264, n-14, Blackwell publishing, 1990
BARRETO, Gilson "A Arte Secreta de Michelangelo - Uma Lição de Anatomia na Capela Sistina. São Paulo: Arx, 2004

4 comentários:

  1. outro aspecto interessante eh a ideia de um deus que existe dentro da mente humana ou como criacao da mente humana...

    ResponderExcluir
  2. Trata-se do eterno patrocínio da Hierarquia da Luz à trajetória humana, rumo ao ser pleno. Só por meio da Graça e do Conhecimento, o indivíduo consegue galgar um nível de consciência mais depurado, elevado.

    ResponderExcluir
  3. Boa versão, mas não sinto que assim seja, sei que o meu Projeto Original desempenha o papel para qual foi desenvolvido mesmo quando minha mente não está no comando.
    Pintei o que sinto ser a forma onde se revela a assinatura do Arquiteto, traduzindo sob minha percepção esta maravilhosa tirada de Michelangelo. Compartilho minha visão em meu
    rosas e sol (tudo junto em minúscula)blogspot ponto com ponto br
    http://rosasesol.blogspot.com.br

    ResponderExcluir