segunda-feira, 30 de abril de 2012

Polimastia na arte

A anomalia congênita conhecida como mamas supranumerárias, resultante da persistência de pequenos fragmentos da crista mamária (ou linha de leite) embrionária, ocorre mais frequentemente nos seres humanos do que supomos.

A polimastia (presença de mama ou mamas acessórias) e politelia (ocorrência de mais de dois mamilos) podem apresentar-se acima ou abaixo das mamas tópicas, mais frequentemente abaixo e unilateralmente.

Júlia, a mãe do imperador romano Alejandro Severo (202-235), foi apelidada de “Mamea” por ser portadora de polimastia. Há referências de que Ana Bolena, a infortunada esposa de Henrique VIII da Inglaterra, além de polidactilia, tinha três mamas. Lynceus diz que em seu tempo existiu uma mulher romana com quatro mamas, com contornos bem definidos, colocadas regularmente uma sobre a outra.

 
Igreja de São Francisco. Salvador (Bahia).

A Igreja de São Francisco, em Salvador, abriga, revestindo as paredes do claustro, o mais importante trabalho de azulejaria portuguesa no Brasil, finalizado em 1752. A azulejaria branca, pintada em sua maior parte a mão e na cor azul, é uma das grandes contribuições portuguesas à arte mundial. As pinturas enfocam episódios sobre a corte portuguesa, seres mitológicos, penitentes rogando perdão pelos pecados ou a obtenção de curas e, principalmente, o nascimento de São Francisco e sua vida de renúncia aos bens materiais.

Dentre as personagens magistralmente registradas pelo principal mestre de azulejaria portuguesa do século XVIII, Bartolomeu Antunes de Jesus, encontra-se uma mulher com quatro mamas bem formadas, estando as aréolas e mamilos bem definidos em todas elas. Na obra em questão, as mamas peitorais tópicas são maiores que as duas supranumerárias. Dentre as inferiores, nota-se a mama esquerda, que aproxima-se da região epigástrica, ao passo que a direita, um pouco menor, projeta-se no hipocôndrio direito.

Polimastia (1752).Bartolomeu Antunes de Jesus.Pintura sobre azulejo.Claustro do convento de São Francisco (Salvador)

REFERÊNCIAS: 1.BEZERRA, A.J.C.; As belas artes da medicina. Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal, Brasília, 2003. 2.

9 comentários:

  1. Renata:
    Visité la iglesia de San Francisco en Salvador hace unos años, pero creo que debí pasar por alto este azulejo tan interesante. Gracias por traerlo aquí.
    El pintor zaragozano Dino Valls representa un caso interesante de politelia, que llega hasta la línea inguinal, y que puede verse aquí:
    http://www.dinovalls.com/gal_pic.php?file=41&page=2
    Comenté un día el caso en clase como algo anecdótico y se acercó al final un alumno, desabrochándose la camisa, para enseñarme su pezón (mamilo pra vocês)supernumerario.
    Saludos desde España

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juan, que legal! Não conhecia essa obra de Dino Valls. Agradeço por compartilhar conosco. Interessante sua experiência com um aluno com mamilo acessórios. Abraços!!!

      Excluir
  2. Renata, achei esse seu blog extremamente interessante, estava ansiosa por novas postagens e logo que vi a atualização em meu blog, vim para conferir.
    Vc está de parabéns pela originalidade e pelas postagens maravilhosas.
    Um abraço! Fica com Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariani, obrigada =)! Visualizando seu perfil vi que aprecias também do meu livro favorito "O Morro dos Ventos Uivantes", bom saber que temos gostos semelhantes. Grande abraço.

      Excluir
  3. Absolutamente sorprendido he quedado esta vez por el tema que tratas, querida Renata. ¡Interesantísimo!
    Enhorabuena y un abrazo muy grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada amigo Francisco! =) Grande abraço.

      Excluir
  4. Renata! Que criatividade! Medicina e artes!!! Estou encantado com mais esta aula. Parabéns!

    Fábio.

    ResponderExcluir
  5. Renata amei seu blog...
    Mt bom!!!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Renata amei seu blog...
    Mt bom!!!
    Parabéns!

    ResponderExcluir