domingo, 4 de dezembro de 2011

São Bartolomeu: O padroeiro da Dermatologia

São Bartolomeu (ou Natanael) foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo. Ele aparece na ponta esquerda da mesa na Santa Ceia, pintada por Leonardo da Vinci.

Segundo fontes históricas, após haver convertido muitas pessoas ao cristianismo, São Bartolomeu teve o corpo esfolado e decapitado em Albanópolis, atual Derbent, na província russa de Daguestão, a mando do governador.

A pele escalpelada de São Bartolomeu é vista no Juízo Final da Capela Sistina, um declarado auto-retrato de Michelangelo:

Detalhe de Juízo Final (1541). Michelangelo Buonarroti (1475-1564). Afresco. Capela Sistina (Vaticano).
São Bartolomeu aparece à esquerda da figura central de Jesus, empunhando o instrumento do seu suplício – uma faca cirúrgica – em sua mão direita, e a própria pele com a mão esquerda. A pele, esfolada, é o símbolo de seu sofrimento.

Michelangelo pintou São Bartolomeu com uma pele nova e perfeita; no entanto, o próprio rosto do artista, angustiado, é retratado numa pele velha e flácida, como a representar a face de um pecador.

A velha pele substituída por uma nova significa a renovação pregada pelo cristianismo. A respeito dessa purificação conseguida através do martírio, Michelangelo – além de pintor, exímio poeta – escreveu o seguinte poema ao completar a pintura em foco:
Como se fosse uma velha serpente esgueirando-se
Por uma estreita passagem
E perdendo sua velha pele,
Poderia me renovar,
Abrir mão de meu estilo de vida e de todos os desejos humanos.
Tenho perfeita consciência de que, quando se está coberto
Com uma pele mais forte,
O mundo passa a não significar nada. (Michelangelo, 1541).
Tradicionalmente, São Bartolomeu foi consagrado o santo protetor contra as doenças de pele e, também, o padroeiro da Dermatologia.

REFERÊNCIAS:
1. Biografia: "São Bartolomeu, o apóstolo". Sociedade das Ciências Antigas.
2.BEZERRA, A.J.C.; As belas artes da medicina. Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal, Brasília, 2003.
3.BARRETO, Gilson "A Arte Secreta de Michelangelo - Uma Lição de Anatomia na Capela Sistina. São Paulo: Arx, 2004.

6 comentários:

  1. Renata, adorei essa postagem! Não conhecia a história de São Bartolomeu. Que livros você gosta de ler?

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Una historia interesantísima. Un descubrimiento. Un post genial.

    Gracias, Renata, y feliz semana.

    ResponderExcluir
  3. Vinicius, gosto de literatura clássica, em especial os escritores franceses: Voltaire, Dumas, Proust e Victor Hugo. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Francisco, boa semana pra você também! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Renata, temos um gosto semelhante, pois também gosto de literatura clássica e os autores que tu citaste também me são agradáveis. Principalmente o Voltaire.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Eu não sabia que o mundo da dermatologia em são paulo tinha um Santo que a representa!
    Como achou esta informação?

    ResponderExcluir